Foi na segunda metade do século XIX, com a crise do Oídio e da Filoxera que afetou a vinha nos Açores, que se intensificou a produção de Aguardente no arquipélago. A cultura da vinha acabou por ser substituída pela figueira e o pessegueiro, para a produção de Aguardente.

Esta bebida espirituosa, obtida através da fermentação e destilação da fruta, é um dos produtos referência da região.

Fonte foto: 
ShutterStock

Produtos