A menor ilha dos Açores tem 6,24 quilómetros de comprimento e 3,99 quilómetros de largura máximos. A sua superfície ovalada e alongada segundo uma direção norte-sul ocupa uma área de 17,1 km2 sendo habitada por 430 residentes (dados de 2011).
O Corvo constitui o Grupo Ocidental do Arquipélago em conjunto com a ilha das Flores, que está a uma distância de 17,9 quilómetros.
O ponto mais elevado da ilha, aos 720 m de altitude, está situado na zona do Estreitinho, a 39°41’58’’ de latitude norte e 31°06’55’’ de longitude oeste.
Toda a ilha do Corvo corresponde a um edifício vulcânico principal, com uma caldeira no seu topo (denominada de Caldeirão) e com cerca de uma vintena de cones vulcânicos secundários nos seus flancos e no interior da caldeira. Esta “ilha-vulcão” é única no arquipélago.
O único povoado da ilha, Vila Nova do Corvo, está implantada numa fajã lávica que constitui a principal superfície aplanada da ilha. É uma vila pitoresca e invulgar caraterizada pelas fachadas de pedra negra, com debruado branco nas janelas e nas portas, e pelas ruas estreitas, localmente designadas por canadas, calcetadas com seixos rolados e lajes polidas pelo uso. O uso de fechaduras em madeira nas portas das habitações, fabricadas pelos artesãos do Corvo, é uma das tradições que se mantêm simbolizando a vivência de uma ilha pacífica onde todos se conhecem.

Fonte foto: 
Turismo Açores
Fonte texto: 
www.visitazores.com

Biblioteca