O fruto Cucumis melo L. pertencente ao grupo Cantalupenses e aos tipos varietais reticulados caracteriza-se por apresentar forma redonda a oval, casca intensamente reticulada de cor esverdeada enquanto não maduros, tornando-se amarela-esverdeada na maturação, de polpa de cor alaranjada e de textura macia, de sabor doce e sumarento, sendo esta uma característica muito própria das variedades cultivadas em Santa Maria.

A especificidade do solo de Santa Maria, rico em potássio, magnésio, cálcio e restantes micronutrientes, conferem ao fruto as características físico-químicas e nutricionais, e são responsáveis, nomeadamente pelo desenvolvimento de ácidos voláteis, caraterística associada à maturação do fruto e ao aroma intenso que dele emana.

A Meloa de Santa Maria ― Açores destina-se ao consumo em fresco e é comercializada inteira. É realizada uma calibragem por diâmetro, acima dos 10 cm, sendo aceites apenas os frutos de calibres I (peso compreendido entre 800 e 1400 g) e II (peso compreendido entre 600 e 799 kg). O peso médio da Meloa de Santa Maria ― Açores situa-se nas 800g e o seu diâmetro médio nos 13 cm. 

A Meloa de Santa Maria — Açores possui características organoléticas únicas, entre as quais se destacam as aromáticas e gustativas, muito agradáveis e facilmente distinguíveis pelos naturais da região e pelos apreciadores do produto. A fim de estudar as características organoléticas da Meloa de Santa Maria — Açores analisaramse diversos parâmetros organoléticos dos. Foram analisados a cor, a textura da polpa, o tipo de casca, a cor da polpa, o sabor e o cheiro. Estas análises foram efetuadas no Laboratório de Análise Instrumental do Departamento de Ciências Agrárias da Universidade dos Açores. 

A polpa apresenta uma cor alaranjada e textura macia, sabor doce e sumarento, sendo muito aromática, sendo esta uma característica muito própria das variedades cultivadas em Santa Maria. O seu aroma típico, resultante da libertação dos ácidos voláteis, é a característica que imediatamente indica a presença do fruto. Estas características da meloa, aspeto, sabor, textura e aroma, resultam das condições naturais envolventes da Ilha de Santa Maria, nomeadamente, o solo e o clima bem como do modo de produção/condução adotado pelos produtores da ilha. Assim, a Meloa de Santa Maria — Açores, consagrada pela tradição, tem grande aceitação no mercado e é preferida por consumidores que a distinguem das restantes meloas de outras zonas, quer pelo aspeto quer pelo sabor. 

Localização:
O Arquipélago dos Açores localiza-se no Oceano Atlântico, na região da Macaronésia (que inclui também os arquipélagos da Madeira, Canárias e Cabo Verde), entre os paralelos 36°45' (Ilha de Santa Maria) e 39°’43' (Ilha do Corvo) de latitude Norte e os meridianos 24°45' (Ilha de Santa Maria) e 31°17' (Ilha das Flores) de longitude a Oeste de Greenwich (DREPA, 1981). É formado por nove ilhas, Santa Maria, São Miguel, Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico, Faial, Flores e Corvo, que no seu conjunto perfazem uma área de 2.322 km2 (INE, Anuário Estatístico dos Açores 2010), que apresentam uma orientação marcadamente Noroeste–Sudeste, ao longo de cerca de 700 km de comprimento. Tendo em conta as condições climáticas requeridas, as características edáficas específicas e os métodos locais de produção, constantes e leais ao saber peculiar da população, a área geográfica de produção da Meloa de Santa Maria — Açores é constituída por todas as freguesias da ilha de Santa Maria, localizada no arquipélago dos Açores, corresponde à área passível de ser considerada IGP (Indicação Geográfica Protegida).

A Comissão Europeia reconheceu a denominação “Meloa de Santa Maria Açores” como Indicação Geográfica Protegida (IGP) tendo sido registada ao abrigo do Regulamento (UE) 2015/270 da Comissão de 17 de fevereiro de 2015, relativo à inscrição de uma denominação no Registo das denominações de origem protegidas e das indicações geográficas protegidas, publicado em JOUE L47 de 20/2, concedendo proteção do nome em todo o território europeu.

Ilha: 
Santa Maria
Categoria: 
Frescos
FrescosFrutas
Fonte foto: 
Pixabay