Este é o único porto, dos três existentes, utilizado no tráfego comercial e a única entrada da ilha, via mar. Os restantes estão em ruínas. Em 1632, quando ainda era uma baía sofreu duas tentativas de desembarque de piratas, que foram ferozmente combatidos, por cerca de duzentos corvinos. De acordo com a lenda local, a população foi protegida das balas disparadas pelos corsários, pela imagem da Nossa Senhora do Rosário.

Categoria: 
Turismo
Pontos de interesse
Ilha: 
Corvo
Concelho: 
Corvo
Fonte foto: 
Turismo Açores